(11) 4396-2343 E-mail: contato@zurichtermoplasticos.com.br

Reaproveitamento de plástico

Diego Z F 03/08/2016 Nenhum comentário Sustentabilidade
  • Compartilhe isso nas redes sociais:
Reaproveitamento de plástico

reaproveitamento-de-plastico-2

Se você acompanha nosso blog, deve ter notado que tratamos em diversos posts a relação dos plásticos com o meio ambiente e as formas que vem surgido buscando reaproveitar os resíduos sólidos compostos de plástico.

Pensar que o reaproveitamento do plástico é matéria urgente para todos aqueles que acreditam que um desenvolvimento sustentável é possível, buscando o equilíbrio entre o crescimento econômico e o respeito ao meio ambiente.

Os volumes de resíduos compostos de plástico descartados diariamente chegam às milhares de toneladas no mundo todo, e pior, 35% do plástico é jogado fora depois de cerca de 20 minutos de uso, muitas vezes em locais inapropriados.

Como resultado do descarte inadequado, 10% desse volume acaba no mar, sendo ingerido por peixes e pássaros. Ou seja, pensar no reaproveitamento do plástico é para ontem.

Sendo assim, são diversas iniciativas utilizando os tipos de plástico que aparecem nesse sentido, incrementando ou indo além da reciclagem, como por exemplo, a utilização em sistemas de irrigação na agricultura que economizam água e até mesmo as recentes iniciativas de pesquisa que buscam transformar os resíduos plásticos em combustíveis líquidos.

Novas iniciativas para o reaproveitamento do plástico

Dentro das novidades que aparecem nesse sentido, recentemente foi divulgada pesquisa realizada pela empresa IBM que foca em sério problema de origem recente: o descarte de componentes eletrônicos, como os smartphones.

Hoje o uso de celulares está disseminado pelo globo, e as constantes atualizações e lançamentos transformam a vida útil desse aparelho extremamente curta. Além disso, muitas vezes o aparelho que não é mais utilizado é jogado fora de maneira inapropriada.

Os pesquisadores da IBM descobriram um novo processo de reciclagem que consegue transformar os policarbonatos, utilizados na fabricação de smartphones, telas de led, entre outros, em um plástico não que pode inclusive ser utilizado na fabricação de equipamentos médicos.

O processo descoberto funciona a partir da adição do reagente de fluoreto, que tem base similar a fermento em pó, e calor, gerando assim um novo tipo de plástico, que inclusive consegue ser mais resistente a temperatura e química que o próprio policarbonato.

Portanto é possível aproveitar a reciclagem para a produção de equipamentos médicos e purificação de água, ou seja, os ganhos com essa descoberta são múltiplos.

Afinal, através desse processo de reciclagem evita-se à contaminação do solo, o acúmulo de resíduos e ainda o subproduto resultante do processo é ajuda a produzir equipamentos que salvam vidas.

Pensar, repensar e sair da caixa, buscando alternativas que visem o reequilíbrio das relações entre o desenvolvimento e o meio ambiente é dever de todos, inclusive da indústria.

Continue nos acompanhando para saber mais sobre o mundo do plástico e novidades da indústria!

Dúvidas ou sugestões? Deixe um comentário!

Até a próxima!

Postado por: Zurich Termoplásticos | WWW.INJECAODEPLASTICOS.COM.BR

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *