(11) 4396-2343 E-mail: contato@zurichtermoplasticos.com.br

Quais os tipos de moldes para injeção de termoplástico?

Zurich Termoplásticos 22 de outubro de 2019 Nenhum comentário Blog, Industria do plástico
  • Compartilhe isso nas redes sociais:
Quais os tipos de moldes para injeção de termoplástico?

Os moldes para injeção de termoplástico são as unidades que dão forma a peça que será projetada. 

Eles contêm as especificidades do que será criado e, portanto, a qualidade da peça final depende de sua configuração.

Essencialmente, eles são feitos de aço ou ligas metálicas. Os mais comuns no mercado são os moldes feitos em aço carbono ou em ligas de alumínio. 

Sua estrutura básica é formada por cavidades, onde o plástico é injetado para dar sequência ao processo. 

O número de cavidades, bem como a complexidade do molde, depende do produto final, fazendo com que cada molde possua características específicas.

Se você quer entender mais sobre os moldes para injeção de termoplástico, continue a leitura!

Como são utilizados os moldes na produção de plástico injetado?

Descrevendo a produção de forma bem resumida: em uma máquina chamada injetora, o molde recebe a injeção de termoplástico através de pressão. Após o processo de resfriamento, o molde é aberto para que a peça seja extraída.

Para que a produção seja perfeita, além de os moldes respeitarem as dimensões, eles devem estar polidos e é preciso que ocorra a manutenção da temperatura da matéria prima. 

A pressão da injeção no molde também deve ser adequada, distribuindo o material corretamente. 

Por fim, a retirada da peça do molde também deve ser feita de forma cuidadosa. É importante respeitar os equipamentos e procedimentos adequados, para que o produto não sofra danos ao ser extraído.

Classificação dos moldes para injeção de termoplástico

Por essas especificidades, os moldes podem ser classificados de diversas formas.

A primeira classificação pode ser de acordo com as placas funcionais: se possui Duas, Três ou Partes Móveis.

Os moldes podem ser classificados também quanto a sua alimentação: Direta, Indireta, Canal Isolado ou Câmera Quente.

Por fim, existe a classificação quanto a extração: se por Placas Impulsoras, Ar Comprimido ou Núcleo Rotativo.

Moldes na produção em massa

Os moldes podem produzir peças unitárias, no entanto, eles facilitaram a produção em massa de um mesmo produto. Para isso eles precisam ter várias cavidades do mesmo tamanho e formato.

Quanto mais cavidades, mais peças podem ser produzidas num menor período de tempo. Assim, a estrutura do molde exerce influência direta na produtividade.

Utilizando muitas cavidades com padronização e maior produtividade, os benefícios podem ser vistos também na questão financeira. Afinal, assim existe uma redução de custo de produção.

E então, tem dúvida sobre o assunto? É só falar conosco pelos comentários!

Postado por: Agência Cento e Vinte | www.centoevinte.com.br


0 Comentários




Deixe o seu comentário!