(11) 4396-2343 E-mail: contato@zurichtermoplasticos.com.br

Tudo sobre – Plástico PET

Diego Z F 15 de junho de 2016 Nenhum comentário Injeção de Termoplásticos
  • Compartilhe isso nas redes sociais:
Tudo sobre – Plástico PET

tudo-sobre-plastico-pet-zurich-termoplasticos-2

O plástico PET, ou mais especificamente, o politereftalato de etileno, recebe a característica de termoplástico devido à sua propriedade de ser constantemente aquecido e moldado quantas vezes forem necessárias, recebendo um selo de reciclável e sendo, portanto, um plástico sustentável. O plástico PET foi criado por dois químicos no ano de 1941, quandoWhinfield e Dickson descobriram que, com a reação do ácido tereftálico com o etileno glicol, tinha-se o PET.

Esse polímero é considerado um poliéster e é constantemente utilizado na indústria de bebida, principalmente em suas embalagens, como acontece com os refrigerantes. Uma curiosidade que talvez você não saiba é que a embalagem PET foi apenas fabricada a partir da década de 1970, sendo comercializada na América do Norte dez anos mais tarde.

Não somente nessa indústria, mas o plástico PET hoje em dia é utilizado em diversos ramos, como na fabricação de roupas, mochilas, lâmpadas, telhas e até cordões de varal. Como é um plástico 100% reciclável, cada vez mais estão sendo encontradas formas de reutilizar o material e garantir que o meio ambiente não sofra as consequências de sua decomposição. O mais importante é conscientizar a população a fim de garantir que o plástico PET seja destinado à reciclagem, para não poluir a natureza (sabia que uma garrafa PET pode durar até 400 anos?).

Características do plástico PET

O plástico PET oferece propriedades muito benéficas para quem o utiliza. Primeiramente, é um plástico quimicamente inerte. E como é termoplástico, mas um termoplástico que tem uma temperatura de secagem superior aos demais, ele oferece uma alta resistência ao impacto. O plástico PET também é ótimo para ser usado como barreira de gases e odores.

Métodos de obtenção

Para se obter o plástico PET propriamente dito, o fabricante pode optar por um dos métodos de obtenção, que são apenas 2. Por transesterificação do dimetil tereftalato com etileno glicol (DMT + EG) e por esterificação direta do ácido tereftálico purificado com etileno glicol (PTA + EG).

Mesmo que este primeiro seja considerado um método antigo, é utilizado a fim de contornar a difícil tarefa de conseguir a pureza do ácido tereftálico. Também é um método mais complicado. Por outro lado, o segundo é o mais famoso, em que se junta os dois componentes em processo parecido. Aliás, falando nos métodos de obtenção, saiba que o PET e o PTA são fabricados apenas em Pernambuco, Nordeste do Brasil, exclusivamente em Ipojuca, em um complexo específico para estes meios.

Praticidade

Por ser considerado um poliéster, o plástico PET é muito utilizado na indústria têxtil, a fim de evitar que o tecido fique amarrotado. Não só isso, mas o plástico PET serviu como substituto direto para o vidro, material que até hoje é considerado muito frágil e pesado, principalmente para transporte de líquidos. Logo, a garrafa PET veio para aumentar a praticidade do dia a dia em diversos ramos industriais, e o fato de ser amiga do meio ambiente apenas contribui para a sua extensa utilização.

E aí, o que você achou deste artigo? Já sabia de tudo isso sobre o plástico PET? Deixe um comentário aqui embaixo, pois queremos saber a sua opinião!

Postado por: Zurich Termoplásticos | WWW.INJECAODEPLASTICOS.COM.BR


0 Comentários




Deixe o seu comentário!