(11) 4396-2343 E-mail: contato@zurichtermoplasticos.com.br

O que é o processo de rotomoldagem?

Zurich Termoplásticos 11/03/2021 Nenhum comentário Injeção de Termoplásticos
  • Compartilhe isso nas redes sociais:
O que é o processo de rotomoldagem?

Caso você esteja pensando em criar um produto plástico, então você certamente já se perguntou: quais são as opções disponíveis no mercado? 

Neste artigo, falaremos sobre a rotomoldagem, que  é um processo de moldagem mais adequado para peças grandes e ocas e é mais econômico para volumes de produção inferiores a 3.000 por ano, tornando-o ideal para produções pequenas. Utiliza-se a rotomoldagem frequentemente para peças que requerem acabamentos de qualidade, espessuras uniformes e alta estabilidade.

Ao mesmo tempo, faremos um comparativo desta modalidade com o processo de injeção termoplástica. Como eles se comparam em custos, consistência de produção, materiais e além disso, flexibilidade de design? 

Antes de examinarmos as vantagens da moldagem por injeção sobre a moldagem rotacional, precisaremos examinar o processo de moldagem rotacional como um todo, então vamos começar! 

 

O que é rotomoldagem?

 

A rotomoldagem, também chamada de moldagem rotacional, é um processo de moldagem termoplástica para produzir peças industriais colocando pó ou resina líquida em um molde oco e, em seguida, girar essa ferramenta em um forno até que a resina derreta e revista o interior da moldagem da cavidade.

Como funciona o processo de rotomoldagem?

 

Tudo começa com material plástico, geralmente em pó, derramado em um molde comumente feito de alumínio. Fecha-se bem o molde e, em seguida, ocorre uma rotação feita em dois eixos.

O molde é girado e aquecido simultaneamente, e o material dentro do molde se espalha. Uma vez que o material derrete completamente, o molde vai para uma estação de resfriamento que ocorre através do ar (às vezes também utiliza-se um spray de água).

À medida que a peça se solidifica e em seguida resfria o suficiente para uma remoção segura, ocorre uma interrupção do processo, e retira-se o produto manualmente.

Por ser um processo de fundição e, além disso, não haver envolvimento de pressão para controlar o material dentro do processo, tem bastante complicações em comparação com processos de alta pressão, como a moldagem por injeção. A pressão constante sobre o material torna as coisas bastante diretas.

Os fatores cruciais para afetar a qualidade da produção são temperatura , mas também umidade em torno, tipos de e qualidade do pó.

 

Na rotomoldagem, utiliza-se qual tipo de plástico?

 

Devido aos longos ciclos de calor que têm relação com o processo, é possível utilizar apenas certos tipos de materiais na moldagem rotacional. O principal tipo de plástico que se utiliza no processo de rotomoldagem é um tipo de termoplástico, o conhecemos como polietileno(PE).

O PE tem excelentes propriedades mecânicas e resistência química, tornando-o altamente compatível com moldagem rotacional.

Os materiais corretos para rotomoldagem tem mais limitações a resinas poli-baseadas, como polietileno, policarbonato, poliuretano e poliamidas para citar alguns: Nylon e plastisols também podem ser usados. Como a rotomoldagem é uma técnica de fundição em pó, é preciso moer em um pó muito fino antes de serem usados.

Estes polímeros têm boas propriedades e processabilidade, mas são difíceis de moer. Moê-los exige máquinas e conhecimentos adicionais, o que pode levar a um aumento dos custos.

 

Aplicações do processo de rotomoldagem

 

Utiliza-se a rotomoldagem, em geral, para produzir peças grandes e leves, como caixas d’água, brinquedos (escorregadores, por exemplo), tanques de combustível, etc.

Neste tópico, discutiremos alguns dos produtos específicos que são comumente feitos usando esta tecnologia, e as muitas opções personalizáveis disponíveis para empresas e empreendedores. Há pelo menos nove categorias principais, detalhadas abaixo:

 

Recipientes

 

Há um número diversificado de recipientes disponíveis para manuseio e transporte de materiais da indústria de roteamento, incluindo caixas refrigeradas, tambores e barris, contêineres de transporte, caixas e recipientes plásticos a granel.

 

Tanques

 

Os tanques feitos com rotomoldagem podem conter até 50.000 litros. É possível utilizá-los para armazenar água, produtos químicos, esgoto, combustível e outros líquidos.

Alguns tipos de tanques plásticos produzidos com este processo incluem tanques de combustível e óleo, fossas sépticas, tanques de tratamento de água e tanques de transporte.

 

Brinquedos e Produtos de Lazer

 

Equipamentos de playground, bolas e muitos brinquedos infantis populares podem ser feitos usando técnicas de moldagem rotacional.

Além disso, móveis ao ar livre, plantadores de jardim, barris de chuva e outros itens essenciais para desfrutar de espaços ao ar livre também podem ser feitos com processos de rotomoldagem.

 

Produtos Industriais

 

Unidades de reciclagem, carcaça de soprador e sistemas de filtragem de água são algumas das aplicações industriais de moldagem rotacional.

 

Transporte

 

Os potenciais usos de transporte para rotomoldagem de plástico são vastos, e incluem a fabricação de itens maiores, como tanques de combustível diesel, painéis de tratores, arcos de rodas, painéis de instrumentos e dutos.

Também serve para a fabricação de carrinhos de supermercado e dispositivos de mobilidade para deficientes. Bem como cones plásticos, placas de trânsito e outros itens essenciais da estrada.

 

Soluções em manuseio de materiais 

 

Quando se trata de soluções de manuseio de materiais, a rotomoldagem pode criar produtos  que incluem caixas, pallets, caixas de refrigeração, contêineres de transporte, latas de lixo, carrinhos de utilidades e suprimentos de embalagens.

 

Produtos Médicos 

 

A rotomoldagem também pode criar muitos dos produtos comumente usados em hospitais, consultórios médicos e laboratórios. Incluindo macas, invólucro para amostras médicas, máscaras de oxigênio facial e casos paramédicos.

 

Variedades 

 

Como observado anteriormente, os usos para rotomoldagem são extremamente versáteis e adaptáveis, daí a necessidade de uma categoria de variedades.

Alguns dos itens que se enquadram nessa categoria incluem cadeiras dentárias, armários plásticos, equipamentos agrícolas, caminhões de lavanderia, armazenamento de equipamentos de limpeza e tampas de bueiros.

Nos últimos anos, técnicas de rotomoldagem também têm sido utilizadas em áreas de design artístico, como iluminação, produtos decorativos e arte.

 

Produtos Personalizados através do processo de rotomoldagem

 

Devido à sua adaptabilidade, a rotomoldagem também pode ser uma opção para fabricantes que precisam de peças e produtos exclusivos.

 

Prós e contras do processo de rotomoldagem

 

O processo  de rotomoldagem facilita a fabricação de geometrias complexas. A espessura uniforme da parede é outra vantagem que faz com que o rotomoldagem se destaque. A espessura consistente da parede com cantos retos e grossos resulta em maior força e retidão do produto.

Há também a vantagem dos baixos custos iniciais para a instalação de máquinas, e o fato de que várias peças diferentes podem ser feitas ao mesmo tempo.Por fim,  há a vantagem de que não há limite para o tamanho dos produtos. 

Já em respeito às desvantagens dessa modalidade de fabricação, temos o seguinte:

  • Tempos de ciclo elevados: em oito rotações por minuto, a rotomoldagem pode levar até três horas para completar um ciclo.
  • Opções de materiais limitados: a matéria-prima utilizada na rotomoldagem deve ser facilmente convertida para um pó fino. E além disso, deve ter alta estabilidade térmica, limitando a seleção de materiais a resinas poli-baseadas.
  • Alto custo da matéria-prima: os custos das matérias são altos devido aos altos requisitos de estabilidade térmica, mas também ao custo dos aditivos necessários e ao custo de moer o material em pó.
  • Baixa repetibilidade: o metal macio usado na ferramenta deve ser remodelado ou substituído após 3.000 ciclos, induzindo problemas de qualidade devido à falta de repetibilidade.
  • Altos custos de mão-de-obra: a mecanização, bem como a automação ainda não foram feitas para o rotomoldagem, exigindo maior intensidade de mão-de-obra do que processos de fabricação comparáveis.

Isso dito, vale ressaltar que compara-se a moldagem por injeção termoplástica frequentemente com a rotomoldagem como um método melhor para a fabricação, especialmente quando se fala em produções maiores.

Para auxiliar você a decidir qual processo é melhor para o seu negócio, vamos mostrar uma breve comparação entre os dois modelos de produção.

 

Injeção termoplásticas x processo de rotomoldagem

 

Os fabricantes de moldagem por injeção termoplástica estão liderando o mercado na produção de plástico devido às múltiplas vantagens que o projeto permite. Aqui estão as notáveis vantagens da moldagem por injeção termoplástica sobre a moldagem rotacional.

 

Custos Mais Baixos

 

A moldagem por injeção termoplástica pode produzir um custo menor por peça do que uma peça feita por moldagem rotacional, simplesmente pelo fato de que a moldagem por injeção pode produzir mais peças mais rápido do que a moldagem rotacional.

A rotomoldagem é um modelo de custo mais elevado do que a moldagem por injeção, principalmente devido ao tipo de material utilizado para o processo, que são materiais mais caros.

Os materiais que são utilizados para rotomoldagem (ou seja, resinas poli-baseadas) tem preço mais elevado do que a ampla gama de plásticos que estão disponíveis para moldagem por injeção. Os materiais de rotomoldagem também requerem aditivos antes da produção.

 

Tempo de produção

 

Ambos os processos possuem linhas de produção totalmente automatizadas que podem criar peças em alta velocidade com tecnologia de ponta. No entanto, a principal diferença é a quantidade de tempo que cada peça fabricada gasta na linha de produção. 

As peças feitas no processo de rotomoldagem levarão mais tempo, pois cada parte do processo é mais complexa, e as peças precisarão de mais tempo gasto antes de serem consideradas completas.

 

Mais opções

 

Quando você escolhe a moldagem por injeção, então você tem uma variedade infinita de materiais para selecionar. Você também pode incluir aditivos para melhorar as propriedades da sua parte que se perderam durante o processo. 

Outra vantagem para a moldagem por injeção é que você é capaz de escolher quaisquer formas incomuns, desenhos complexos e detalhes intrincados.

Quanto à rotomoldagem, algumas formas e características são difíceis de incorporar, então qualquer coisa que se envolve mais do que uma forma simples pode retardar a produção.

Como você pode ver, tanto a moldagem por injeção quanto a rotomoldagem oferecem muitos benefícios, mas você deve considerar os méritos da moldagem por injeção quando você está procurando criar peças plásticas de alto volume, ou caso trabalhe com moldagens de maior complexidade.

 

Tem dúvidas sobre esse assunto e deseja a orientação de um especialista? 

 

A Zurich atende o mercado de injeção de peças técnicas, bem como montagem de subconjuntos e conjuntos para indústrias de vários segmentos e é especialista em desenvolvimento de projetos e produtos, contam com um software e equipe focada na criação de peças plásticas com alto nível de qualidade e acabamento.

Se você quer saber qual é a melhor opção de produção para o seu negócio, entre em contato com os nossos especialistas clicando aqui – estamos aqui para ajudar!

Siga nosso Facebook  para receber mais artigos como esse!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *