(11) 4396-2343 E-mail: contato@zurichtermoplasticos.com.br

Mercado de plástico: esse material pode ser sustentável? Como?

Zurich Termoplásticos 11/02/2021 Nenhum comentário Industria do plástico, Sem categoria
  • Compartilhe isso nas redes sociais:
Mercado de plástico: esse material pode ser sustentável? Como?

O mercado de plástico é um dos mais importantes do mundo, sendo responsável por produção de embalagens, componentes e produtos utilizados em praticamente todos os setores das atividades humanas.

A descoberta do plástico sintético na primeira metade do século XX contribui para a revolução na produção e consumo registrados nesse período. O material facilitou e possibilitou o desenvolvimento de muitas das soluções utilizadas no dia a dia, na produção industrial, agrícola e assim por diante.

Uma mostra da relevância do material para vida moderna é que hoje são mais de 400 milhões de toneladas produzidas no mundo anualmente, um número que não para de crescer à medida que os polímeros se desenvolvem e ganham novos usos.

Nas últimas décadas, porém, o plástico vem sendo apontado como um dos grandes vilões do meio ambiente

Os polímeros estão entre as matérias-primas de mais difícil decomposição. Uma garrafa pet, por exemplo, pode demorar de 200 a 600 anos para se decompor na natureza. Esse cenário faz surgir a pergunta… 

 

O mercado de plástico pode ser sustentável?

As transformações que ocorreram no mundo desde a revolução industrial foram volumosas e intensas. Nunca a tecnologia avançou tão rápido, a expectativa de vida aumentou tanto, tivemos tanto acesso a produtos e soluções e, claro, degradamos tanto o planeta.

A emissão de gases estufa e seus efeitos no clima são apenas parte do pacote de problemas socioambientais que a humanidade precisa enfrentar para manter as condições da Terra favoráveis à vida. 

A produção de resíduos também entra nessa conta e precisa ser encarada com a mesma seriedade que agora dedicamos ao clima.

 

Aumento da produção industrial no mercado de plástico

Com o aumento do uso dos polímeros na produção de peças, componentes, produtos e embalagens, eles se tornaram um dos principais grupos de resíduos que são descartados pelo mundo diariamente. 

Nos últimos 65 anos, das 8,3 bilhões de toneladas de plástico produzidas, cerca de 6,3 bilhões de toneladas foram transformadas em lixo. 

Devido a difícil decomposição do material quando na natureza, hoje, o lixo plástico surge como um dos maiores riscos ambientais. É tão sério que estudos estimam que até em 2050 haverá mais plástico nos oceanos do que peixes.

 

Boa notícia sobre o mercado de plástico e a sustentabilidade

A boa notícia é que o material possui características únicas que permitem realizar uma reviravolta nesse cenário e tornar o mercado de plástico como parte da cadeia sustentável. 

Para isso, contudo, são necessárias mudanças de hábitos e a adoção de políticas públicas eficientes voltadas à produção de resíduos.

Os polímeros utilizados pela indústria do plástico são, em sua maioria, compatíveis com a reciclagem. Na prática, isso significa que uma peça plástica pode ter uma vida muito mais longa que o ciclo de vida de um produto em específico.

 

Problema e possível solução para a sustentabilidade no mercado de peças plásticas

O problema é que, ainda hoje, na maior parte do mundo, a reciclagem de plástico é pouco estimulada e praticada. 

No Brasil, onde 11,33 milhões de toneladas de lixo plástico são produzidas anualmente, apenas 1,12% desse total são reciclados. 

Isso decorre tanto pela deficiência em oferecer educação ambiental à população, quanto pelas deficiências no ciclo de reciclagem nos municípios.

Algumas soluções para o mercado de plástico podem ser:

  • Campanhas que incentivem a separação de resíduos; 
  • Aumento do número de postos de coletas; 
  • Aumento da coleta seletiva; 
  • Realização de parcerias junto a cooperativas de catadores; 
  • Maior rigor na fiscalização da realização da logística reversa pelas empresas.

 

Para além dessas soluções que são bastante conhecidas vale também ficar atento e acompanhar de perto os avanços da indústria do plástico, que vem trabalhando de forma incansável para oferecer soluções mais amigáveis ao meio ambiente, como, por exemplo, os bioplásticos já presentes nas embalagens de alguns produtos.

 

Transformando polímeros em combustível

Nos últimos anos, vem sendo desenvolvida uma solução com potencial de ser a grande aliada no combate aos resíduos plásticos: a possibilidade de transformar os polímeros descartados em combustível!

Sim! As embalagens plásticas que são descartadas diariamente podem, em breve, ser transformadas em diesel a ser utilizado por veículos automotores, maquinários, etc. Essa solução ainda contribuiria para solucionar a menor oferta de petróleo que deve ocorrer em um futuro breve.

Além de tudo isso, é importante que o mercado do plástico e os consumidores tenham a coragem de compreender que a matéria-prima não precisa estar presente em tudo.

Um dos maiores exemplos nesse sentido são as sacolinhas plásticas, que já foram banidas ou tiveram seu uso limitado em alguns locais pelo planeta.

 

O futuro começa com você!

Se tivermos a capacidade de utilizar os polímeros quando eles são realmente necessários, mesmo que com isso tenhamos que sacrificar um pouco de nosso conforto e lucro, será possível estabelecer uma relação mais harmoniosa entre o mercado de plástico e o planeta em que vivemos.

Para ficar por dentro de todas as novidades da indústria do plástico e saber mais sobre a injeção de termoplásticos, curta nossas páginas nas redes sociais e continue acompanhando nosso blog!

Até a próxima!

 

Publicado por Zurich Termoplásticos

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *