(11) 4396-2343 E-mail: contato@zurichtermoplasticos.com.br

Indústria de plásticos e dispositivos médicos: qual a relação?

Zurich Termoplásticos 12/01/2021 Nenhum comentário Blog, Industria do plástico
  • Compartilhe isso nas redes sociais:
Indústria de plásticos e dispositivos médicos: qual a relação?

A indústria de plásticos presta um importante papel ao desenvolvimento, produzindo componentes que atendem e viabilizam produtos para os mais diferentes setores da atividade humana, incluso os dispositivos utilizados em atendimentos médicos.

 

Ao longo de todo o século XX testemunhamos o avanço da medicina em níveis como nunca antes registrados na história, contribuindo de forma decisiva para o aumento exponencial da expectativa de vida e, por consequência, da população mundial.

Os avanços na assistência médica foram registrados tanto na descoberta de tratamentos e medidas efetivas no combate a doenças como no desenvolvimento de dispositivos e ferramentas voltados a esses.

Nesse último quesito a indústria de plásticos teve participação decisiva, disponibilizando matérias fundamentais para a produção desses dispositivos. Hoje, como a evolução no uso das resinas e polímeros essa contribuição continua firme e forte.

 

A indústria de plásticos como aliada da medicina

Quando você entra em uma instituição de saúde é fácil notar a participação do plástico nos processos de assistência médica. Dos computadores utilizados por atendentes e profissionais de saúde as mais variadas ferramentas e equipamentos presentes na obtenção de diagnósticos e realização de tratamentos.

Muitas das soluções são viabilizadas graças à injeção de termoplásticos. Embora existam outras matérias-primas moldáveis, os polímeros se destacam por sua versatilidade e características como leveza, resistência mecânica e a corrosão, facilidade de manutenção e higienização, isolamento elétrico e atoxicidade.

Imagine, por exemplos, se os equipamentos e dispositivos presentes em hospitais, unidades de atendimento e laboratórios fossem todos produzidos em ferro. O peso do material tornaria muito difícil o transporte e manipulação.

Da mesma forma, caso a matéria-prima utilizada fosse à madeira, o desgaste dos mesmos e riscos de incêndio seriam grandes, enquanto o vidro apresenta péssima resistência mecânica, com altas chances de quebras durante o uso.

Sendo assim, a aplicação do plástico na produção de dispositivos, ferramentas e insumos, é uma escolha mais inteligente e fundamental para a viabilização dos mesmos. Os polímeros permitem fabricar uma maior variedade de produtos e com maior eficiência.

De fato, a injeção de termoplásticos é tão importante para a medicina que atualmente os órgãos reguladores do setor em diferentes países do mundo contam com especificações e protocolos de qualidade voltados ao material. E essa medida é muito importante para garantir a segurança dos pacientes e profissionais.

Sim, não é qualquer solução produzida em plástico que pode ser utilizada nas instituições médicas. Vale lembrar que existe uma grande variedade de resinas, sendo que nem todas são aptas a esse tipo de uso.

Além da ação das agências reguladoras, o uso dos polímeros para a produção de dispositivos para medicina conta também com uma certificação ISO que atesta a obediência aos padrões de qualidade e a utilização de boas práticas na manufatura.

A ISO 13485:2003 exige das empresas certificadas, por exemplo, a adoção de procedimentos de gestão de risco e de rastreabilidade em cada etapa da produção de componentes e do produto final. 

A certificação ainda determina que os componentes e dispositivos sejam classificadas em três categorias de acordo com os riscos envolvidos, sendo que em cada uma dessas está sujeita a diferentes níveis de regulação e compliance.

 Com todas essas medidas de controle podemos afirmar que o uso do plástico no atendimento médico é uma opção extremamente segura e confiável. E a tendência é que esses fatores cresçam ainda mais conforme a indústria de plásticos evolui.

Vale ressaltar que além dos benefícios na utilização pelos usuários do dispositivo final, a injeção plástica é uma opção muito interessante para a indústria que atende a medicina, como:

  • Menor custo de desenvolvimento dos dispositivos e ferramentas;
  • Menor custo de produção dos dispositivos e ferramentas;
  • Maior facilidade do ganho de escala na produção;
  • Opções ilimitadas de design;
  • Menores impactos ambientais na produção.

 

E o futuro?

Com o contínuo desenvolvimento dos polímeros e técnicas de manufatura o futuro da indústria de plásticos junto aos dispositivos médicos é promissor. A tendência é que o plástico seja capaz de atender mais e mais necessidades.

Para os empreendedores que desejam atuar com a produção de implementos médicos vale a pena acompanhar as últimas novidades da indústria de plásticos para ficar por dentro dos últimos materiais desenvolvidos e suas possibilidades de aplicação. Quem sabe os polímeros não tem a solução que você procura?

Para continuar acompanhar as últimas novidades do setor de plásticos acompanhe as nossas redes sociais e fique ligado nas novidades de nosso blog!

Até a próxima! ZURICH_Industria-de-plásticos-e-dispositivos-médicos-qual-a-relação

 

Postado por Zurich Termoplásticos

 

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *