(11) 4396-2343 E-mail: contato@zurichtermoplasticos.com.br

Como melhorar a durabilidade dos moldes de injeção?

Zurich Termoplásticos 03/11/2020 Nenhum comentário Sem categoria
  • Compartilhe isso nas redes sociais:
Como melhorar a durabilidade dos moldes de injeção?

Para aumentar a durabilidade dos moldes de injeção, o gestor deve se atentar às práticas de manutenção e limpeza, sem esquecer do estudo de projeto.

Os moldes são a parte ferramental das máquinas injetoras. Eles desempenham um papel central na qualidade do produto final e, consequentemente, no crescimento da empresa. Você já pensou na durabilidade dos moldes de injeção da sua indústria? É preciso reforçar práticas que ajudem a aumentar essa durabilidade para que os custos da produção sejam menores, sem perda de qualidade.

A seguir, confira os pontos que merecem sua atenção para aumentar a durabilidade dos moldes de injeção.

Fatores para aumentar a durabilidade dos moldes de injeção

Você conhece os fatores para aumentar a durabilidade dos moldes de injeção, certo? Ignorá-los é uma aposta arriscada, pois sua indústria pode não conseguir atender aos prazos propostos de produção. Sem falar na qualidade, que pode ocasionar um molde ineficiente, fazendo com que todo o processo de estudo e lucro seja comprometido.

Essa é a visão dos professores Nilson Luiz de Abreu e Renato Nagy, da Escola SENAI Mario Amato. Eles apontam dois principais fatores que influenciam na durabilidade dos moldes de injeção: estudo de projeto e plano de manutenção.

Estudo de projeto

Abreu e Nagy destacam que o estudo do projeto é muito importante na hora de pensar na durabilidade dos moldes de injeção. Afinal, eles podem ser fabricados com aços diversos, número de cavidades, com custos diferentes, sendo cada um adequado para uma durabilidade específica. Um produto que requer material cheio de fibras de vidro é submetido a muito desgaste quando injetado sob alta pressão. Neste caso, o molde só terá bom desempenho ao longo prazo se for feito de aço endurecido, o que custará mais.

Por isso, os professores destacam que é preciso realizar, em primeiro lugar, “o estudo de projeto embasado na produção e no material a ser injetado, a escolha de aços para confecção de machos e cavidades que tenham alta resistência mecânica, boa usinabilidade, facilidade na obtenção de polimentos e texturização,  estabilidade dimensional,  pouca deformação após os diversos tipos de tratamentos térmicos e materiais que resistem a corrosão para atender os diversos tipos de termoplásticos”. 

Plano de manutenção preventiva

Com um ritmo de trabalho intenso e variações bruscas de temperatura, a manutenção é um ponto essencial. Os professores do SENAI também apontam a importância de se ter um “plano de manutenção fundamentado em planejamento e diagnóstico de acompanhamento, para detectar possíveis falhas antes que elas ocorram e não tenha surpresas de interromper a produção nos momentos mais críticos”.

manutenção preventiva é, certamente, uma medida que contribui para aumentar a durabilidade dos moldes de injeção. Manter os pontos necessários lubrificados, e evitar danos provocados pela condensação decorrentes de variações de temperatura são algumas medidas básicas.

As revisões periódicas devem ser implementadas de 6 em 6 meses, pelo menos, em empresas com regime de trabalho igual ou superior a 8 horas. Nestes momentos, os itens (colunas, anéis de vedação, pinos de extração e outros) devem ser analisados e substituídos, se for necessário.

Especialistas estimam que a manutenção preventiva represente ganhos de 30% na vida útil de um molde. Porém, a durabilidade duração de cada um depende do uso correto, da manutenção, da escolha do material, e do tratamento térmico correto.

Operações de limpeza

As operações de limpeza podem ser enquadradas como medidas preventivas necessárias para aumentar a durabilidade dos moldes de injeção. Elas ajudam a prolongar a vida útil dessas ferramentas, mas também reduzem a chance de paradas nas linhas de produção.

Em um cenário ideal, seria preciso desmontar, limpar e substituir as peças desgastadas assim que o molde sair da máquina. Mas isso costuma ser inviável para a maior parte da empresa. Então, faça sempre que possível, mas tenha em mente sua importância.

Para aumentar a durabilidade dos moldes de injeção, o gestor empresarial deve se atentar às práticas de manutenção e limpeza. No entanto, antes de tudo, é preciso fazer o estudo de projeto para saber as reais necessidades da indústria.

 

Fonte: Mundo do Plástico

Postado por Zurich Termoplásticos

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *