(11) 4396-2343 E-mail: contato@zurichtermoplasticos.com.br

Como é feita a recuperação do plástico?

Diego Z F 9 de novembro de 2017 Nenhum comentário Injeção de Termoplásticos, Sustentabilidade
  • Compartilhe isso nas redes sociais:
Como é feita a recuperação do plástico?

Como é feita a recuperação do plástico?

A reciclagem do lixo produzido é um processo fundamental para que possamos contar com um futuro responsável.

Há, porém, um importante ponto fora da curva e que serve de exemplo para os demais materiais: o plástico injetado.

Considerando todos os tipos de polímeros, o índice de reciclagem chega a 21,7%, segundo dados divulgados em 2011 pelo Cempre, Compromisso Empresarial para Reciclagem.

Entre eles, contudo, o nosso popular PET se destaca. Apesar de estar sofrendo uma queda no volume reciclado nos últimos anos devido à crise, já chegou à incrível marca de 61% de reciclagem no país.

A recuperação do plástico e o processo de reciclagem

Quando falamos em reciclagem de plástico o processo de recuperação é um conceito primordial em todos os sentidos em que ele é encontrado.

Confira abaixo os 3 principais.

  1. Recuperação do plástico como resíduo 

A recuperação do plástico está relacionada com a coleta dos materiais já utilizados e o preparo para reciclagem.

Aqui, os catadores e cooperativas cumprem papel central para o setor voltado à reciclagem do plástico.

Um levantamento da Abiplast (Associação Brasileira da Indústria do Plástico), divulgado em 2016, aponta que 48% de todo plástico reciclado chega às empresas através das cooperativas.

São eles que atuam naqueles que são o grande gargalo da reciclagem de resíduos no Brasil: a coleta e a separação dos materiais.

A aplicação de políticas de coletas seletivas eficazes ainda é um desafio para a grande maioria das cidades.

Nesse caso o ciclo de recuperação do plástico começaria pela coleta, passando pela lavagem, triagem e compactação em fardos.

A triagem é uma das etapas mais importantes. É nessa fase que se separam os resíduos de acordo com seu uso original, cor e origem.

A ideia é preparar fardos o mais homogêneos possível, facilitando a reutilização.

  1. Recuperação do plástico no processo industrial 

Uma das grandes vantagens de utilizar a injeção de plástico é que é possível se aproveitar ao máximo a matéria-prima.

As rebarbas presentes nos moldes são separadas e reprocessadas em grânulos permitindo sua reutilização.

Esse é um processo de recuperação importante para a indústria do plástico que combate o desperdício e reduz custos.

A ideia aqui é utilizar o mínimo de insumos originais possíveis através da recuperação na saída do processo produtivo.

  1. Recuperação como transformação

A transformação dos materiais que seriam descartados em novos produtos não obedece a um padrão único.

Mesmo entre os plásticos injetados, nem todos são capazes de manter suas propriedades durante o processo.

Para muitos, como o PEAD (polietileno de alta densidade), que encontramos em embalagens de alimentos, o que ocorre é o downcycling.

Ou seja, o material será recuperado e utilizado em produto de menor valor, uma vez que sua integridade está comprometida.

O contrário também pode ocorrer em certos materiais: sua reutilização na produção de itens de maior valor agregado.

A esse processo se dá o nome de upcycling.

Seja qual for o tipo de recuperação do plástico, ele é peça-chave para possibilitar o seu reaproveitamento.

Cada vez mais presente na cadeia produtiva,não há dúvidas que no futuro iremos diminuir o desperdício e descarte de resíduos.

Com o esforço de todos, podemos construir uma relação mais saudável com o ambiente e com nosso planeta.

Gostou deste artigo? Continue acompanhando nosso blog e saiba mais sobre a indústria e injeção de termoplásticos.

Até a próxima!

Postado por: Zurich Termoplásticos | WWW.INJECAODEPLASTICOS.COM.BR


0 Comentários




Deixe o seu comentário!